Seguidores

quarta-feira, 20 de julho de 2011

Mulher-Milhares-Mulheres



Mulher é fogo selvagem,
Nos queima em desejos.
Seu corpo é uma viagem
Ao império dos lascivos festejos.

Tem a mulher inocente,
Com seu fruto proibido,
Sua pureza é tão ardente
Que nos causa gemido.

A Mulher cascavel,
Aquela que te fere,
Com seu sexo cruel,
Alucinado, é essa que você prefere.

A mulher carente,
Essa é mui deliciosa,
Nunca fica assaz contente,
Quanto mais amor, mais dengosa.

A mulher tímida,
Essa é cheia de receios,
Se avançar o sinal, saí de fugida
Retesando os seios, os meios...

A mulher geladeira,
Essa é fogo de palha,
Você fica de bobeira
Quando na “H”, ela joga a toalha.

A mulher vulcão,
Essa sim, não inventa,
Entorpecente tentação
Que nos desorienta

Nesse universo de belas mulheres,
Tem pra todo gosto.
Sempre tem a que tu queres,
Basta você estar di$po$to.


Um comentário:

Muitíssimo obrigado pela sua visita.