Seguidores

sábado, 7 de abril de 2012

Casa Amarela


Seis horas da manhã;
A noite passou e eu não preguei os olhos
Por um instante sequer.
Já ouço, lá fora, os pardais
Fazendo um eufórico alarido,
Indiferentes a minha insônia passional
(como se a vida fosse bela no porvir).

Levanto-me da cama,
Desloco-me até a janela do meu quarto
E fico com o olhar meio que falecido no horizonte;
Estático e em transe.
Logo, num breve momento, me distraio olhando
A fumaça que sai preguiçosamente da chaminé da padaria
Que religiosamente anuncia o pão nosso de cada dia.
De repente, começa a chover.
Isso dá a impressão que são lágrimas;
Lágrimas remotas mescladas com lágrimas recentes
Que estavam estagnadas dentro de mim.

Na minha casa amarela,
Eu só penso nela.
Vivo desconsolado
Tal um passarinho
Que construiu um ninho para viver juntinho da sua amada,
Mas veio uma tempestade e levou tudo embora...

A minha casa amarela
Até que é bem jeitosinha.
É um duplex com uma bela sacada, churrasqueira,
Garagem pra duas vagas de auto,
Ambientes com espaços aconchegantes
E um terreno amplo com uma bela piscina.
Ela foi planejada, com muito esmero,
Para uma Família de cinco pessoas;
Considerando três filhos que nunca vieram...

A minha casa amarela
Foi praticamente toda projetada por ela;
Inclusive a cor.
Foram dias felizes, enquanto durou.
Melhor eu mudar a cor dessa casa amarela.
Quem sabe assim, eu me esqueço dela...

PS: a casa amarela está à venda.


Acesso em 07 abril 2012






6 comentários:

  1. Bah guri, que dor de cotovelo.
    Espero que seja apenas ficção.
    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sabe como é : "o poeta é um fingidor..."
      Beijos!

      Excluir
  2. My Brother

    lindo, mas triste. Não venda a casa amarela. Todos um dia hão de voltar.
    Me encanto muito com arte assim. Costumo fazer colagem em imagem com sobreposição em 2 ou 3 dimensões.

    Bom domingo de Páscoa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu, amiga! (Feliz páscoa e ótima semana!)
      A minha esposa também gosta de fazer trabalhos com E.V.A.
      Se quiser dar uma conferida no seu blog: http://unindosonhos-e-retalhos.blogspot.com.br/;
      fica a vontade.
      Abraços!

      Excluir
  3. É Júlio, o melhor é vender a casa amarela e esquecer.
    Não adianta mudar a cor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, mas vai que ela resolva voltar, logo depois de eu repintar as paredes...

      Excluir

Muitíssimo obrigado pela sua visita.