Seguidores

quinta-feira, 14 de junho de 2012

Líbito da Libido


Com sua ausência
Jamais irei me acostumar
Sem sua cadência
Tão especial de me amar.

Líbito da libido
De ter você sempre comigo.
“Programa” me passa despercebido.
Deleite sem você eu não consigo.

Excitante delírio de lampejo
Quando abraço o travesseiro:
Imagino seu beijo
E sinto seu cheiro.

Singular idéia nostálgica
Não saí da minha cefálica.
Nossa relação era mágica,
Até surgir uma incompatibilidade trágica.

Onde andará o seu corpo?
Como vai a sua lembrança,
Meu mais importante escopo?
Reencontrar-te é a minha esperança.




Imagem:http://diariosdeafrodites.blogspot.com.br/2011/01/guerra-no-amor.html 
Acesso em 14 junho 2012

3 comentários:

Muitíssimo obrigado pela sua visita.